Jesus já veio muitas vezes "nas nuvens"

“Eis que vem com as nuvens…” (Apocalipse 1:7)

Jesus voltará novamente “nas nuvens” no último dia, mas Jesus também já veio “nas nuvens” espiritualmente várias vezes… e ele continuará vindo assim enquanto houver uma “nuvem de testemunhas” para ele entrar. (Nota: esta é uma continuação de uma entrada anterior intitulada: “Deus sempre veio a nós 'nas nuvens‘”)

Jesus declarou claramente que viria em “poder e grande glória” de seu reino “numa nuvem” – e que isso aconteceria na própria geração de seu primeiro advento quando ele estivesse fisicamente na terra. “…E então verão o Filho do homem vindo numa nuvem com poder e grande glória… …Esta geração não passará até que tudo se cumpra.” Lucas 21:25-32 Verdadeiramente, “também aqueles que o traspassaram” também o viram entrar em seu reino. E ainda hoje, aqueles que continuam a trespassá-lo pela perseguição de seu corpo espiritual também o viram espiritualmente vir “na nuvem”.

Agora, esta não é a nuvem física do Antigo Testamento que Jesus está falando onde Deus apareceu aos israelitas em uma nuvem, mas sim uma nuvem espiritual do Novo Testamento.

Dentro capítulo 11 de Hebreus dá-nos a compreensão do que compõe esta nuvem espiritual, descrevendo-nos muitos santos fiéis que ao longo da história viveram fiéis a Deus e, portanto, foram testemunhas para o mundo inteiro da maneira correta de viver e adorar o verdadeiro Deus. Então, imediatamente após o capítulo 11, em Hebreus 12:1-2, lemos:

“Portanto, visto que também nós estamos rodeados de tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço, e o pecado que tão de perto nos assedia, e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus o autor e consumador de nossa fé; o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus”.

Este “trono de Deus” onde Jesus está sentado está espiritualmente nas “nuvens do céu”: falando da condição celestial na verdadeira igreja onde Jesus está sentado no trono dos corações de seu povo que estão reunidos em adorá-lo.

“Paulo, apóstolo de Jesus Cristo pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso e aos fiéis em Cristo Jesus: Graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo… …para que na dispensação da plenitude dos tempos ele pudesse reunir em um todas as coisas em Cristo, ambas as quais são no céu, e que estão na terra; mesmo nele... ...para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê o espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele: Iluminados os olhos do vosso entendimento; para que saibais qual é a esperança da sua vocação, e qual a riqueza da glória da sua herança nos santos, e qual a sobreexcelente grandeza do seu poder para conosco, os que cremos, segundo a operação do seu poder , Que operou em Cristo, quando o ressuscitou dos mortos, e o pôs à sua direita nos lugares celestiais, muito acima de todo principado, e potestade, e poder, e domínio, e todo nome que se nomeia, não somente neste mundo, mas também no que há de vir; todos… …e juntamente nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus” (Efésios 1:3-4, 10, 17-23, 2:6)

Sim, Jesus ainda está sentado nos lugares celestiais, nas nuvens do céu – aqueles corações obedientes que o adoram em Espírito e em verdade.

Em Mateus 26:63-64, Jesus disse ao então sumo sacerdote judeu que o estava condenando à morte: “De agora em diante vereis o Filho do homem assentado à direita do poder, e vindo sobre as nuvens do céu”. Suas palavras se cumpriram quando o então sumo sacerdote judeu viu, depois do dia de Pentecostes, Jesus reinando no trono dos corações daqueles que foram salvos e o servindo de todo o coração. O sumo sacerdote judeu e muitos outros lamentaram mesmo então quando perceberam que seu lugar de autoridade e honra havia sido suplantado no coração do povo por Jesus.

 

Sol brilhando através das nuvens escuras“O Senhor reina; regozije-se a terra; regozije-se com isso a multidão das ilhas. Nuvens e trevas estão ao seu redor: justiça e juízo são a habitação do seu trono. Um fogo vai adiante dele, e queima seus inimigos ao redor. Seus relâmpagos iluminaram o mundo: a terra viu e estremeceu. Os montes derreteram-se como cera na presença do Senhor, na presença do Senhor de toda a terra. Os céus declaram a sua justiça, e todo o povo vê a sua glória”. (Salmos 97:1-6)

A visibilidade de “sua glória” para todas as pessoas é através dos servos de Deus que as pessoas veem adorando em pura verdade e servindo a Deus como um. Estou falando sobre quando as pessoas estão verdadeiramente em unidade, não o ecumenismo moderno, onde todos fazem suas próprias coisas, acreditam do seu jeito, se apegam a doutrinas diferentes, etc. O ecumenismo NADA tem a ver com unidade – é totalmente falso e totalmente falso !

As verdadeiras pessoas unificadas a quem Deus honra com sua presença impressionante – são comparadas a uma nuvem densa e concentrada (em contraste com as nuvens fofas espalhadas que passam despercebidas). , granizo, trovões e tornados. Esses tipos de nuvens chamam a atenção de todos. Eles não podem passar despercebidos! Jesus disse que é assim que ele viria:

Lightening in the Sky“Pois como o relâmpago sai do oriente e brilha até o ocidente; assim será também a vinda do Filho do homem... ...E então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e então todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem vindo nas nuvens do céu com poder e grande glória. (Nota: veja também Dan 7:13, Marcos 13:26, e Lucas 21:27) E ele enviará os seus anjos com grande clangor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus. Agora aprenda uma parábola da figueira; Quando o seu ramo ainda está tenro e brota folhas, sabeis que o verão está próximo. Assim também vós, quando virdes todas estas coisas, sabei que está próximo, mesmo às portas. Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas se cumpram”. (Mateus 24:27 e 30-34)

Não é apenas no fim de todos os tempos que o julgamento final é estabelecido. Ele declarou claramente que viria espiritualmente desta forma enquanto a terra ainda estivesse de pé. Na verdade, ele disse a seus discípulos que eles veriam isso em sua geração!

Sim, é assim que Jesus vem! “Eis que vem com as nuvens...” Você o viu chegar? Se não, talvez você esteja procurando no lugar errado… (Nota: fique comigo, ainda há mais por vir sobre isso em outra entrada do blog.)

pt_BRPortuguês do Brasil
Revelação de Jesus Cristo

GRATUITAMENTE
VISÃO